Ode para Rita Cadillac - estarei amanhã na parada por sua causa

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Pinterest
  • Compartilhar no Twitter

Amanhã é dia de Parada da Diversidade em Bauru, algo movimentando esta cidade desde mais de uma década, agitando não só o mundo LGBT, como interessados outros em festas e afins.

Ode para Rita Cadillac - estarei amanhã na parada por sua causa

Amanhã é dia de Parada da Diversidade em Bauru, algo movimentando esta cidade desde mais de uma década, agitando não só o mundo LGBT, como interessados outros em festas e afins.

Particularmente gosto de festas nas ruas, algumas me recuso a sair de casa, mas noutras compareço com a devida galhardia. Perdi somente uma Parada em Bauru, pois estava fora da cidade, nas demais bati cartão e tenho tudo registrado em belos álbuns fotográficos.

A cada ano renovo meus escritos, procurando sempre uma abordagem sob um tema novo, uma perspectiva diferente. Ano passado fiquei invocado com o fato da Parada quase não ter ocorrido e por ter permanecido estática, ou seja, literalmente PARADA, não descendo a avenida Nações Unidas até o parque Vitória Régia.

Ouço dizer que amanhã descerão (melhor, desceremos) novamente. Lá estarei para presenciar, rever pessoas queridas, tirar fotos, aproveitar ao máximo a tarde de domingo e se possível, levar meu descontentamento contra esse desGoverno capirotista, que odeia tudo o que venha a se declarar LGBT, como todas as demais minorias e afins. O bolsopata e tudo o que está junto dele representa um atraso, retrocesso e pérfidos, querem ver tudo e todos num gueto, calados, mirrados e se possível, convertidos. Eu, como quero mesmo é colocar o bloco na rua lá estarei para testar se as liberdades democráticas ainda estão em plena vigência. Mas não estarei lá somente por isso e aqui confesso outro motivo.

Sou chacrinista juramentado, ou seja, nos meus tempos de moleque tinha uma admiração mais do que especial pelo Programa do Chacrinha, mais ainda por ter a oportunidade de apreciar as lindas chacretes que ali dançavam diante de nossos ávidos olhos. Tenho lembranças alvissareiras de várias delas. Prestei homéricas homenagens para varias e não me arrependo de nada, pois elas fervilharam não só a minha cabeça, mas a de toda uma geração.

Toda Parada é encerrada com um show e no deste ano quem canta é Wanessa Poposuda, que desconheço totalmente, ou seja, não consigo citar nenhuma de suas músicas, nada sei a seu respeito, qual seu gênero musical ou coisa que o valha, daí fica prejudicada minha avaliação a respeito da artista. Por outro lado, ela trouxe para uma participação especial no show, nada menos que RITA CADILLAC, uma das chacretes que mais se sobressaiam junto ao Chacrinha.

O tempo passou, todos envelhecemos e Rita fez e aconteceu para continuar merecedora do carinho do público. Tempos atrás a vi como Rainha dos Presidiários, em apresentações delirantes nos pátios dos presídios. Ela cantou, dançou, rebolou, esperneou, encenou e chega aos dias de hoje fortalecida, revigorada, encorpada e na ponta dos cascos, ou seja, sobreviveu a todo tipo de intempérie.

Quero botar os olhos na Rita, revê-la com todo carinho e atenção. Além de tudo o mais, estarei na Nações amanhã por causa dela e não tenho vergonha ou nenhum receio em assumir isso publicamente. Rita Cadillac sempre morou no meu suburbano coração e pela sua trajetória é merecedora de todo meu eterno carinho.

A antiga música do banco Bamerindus dizia que "o tempo passa, o tempo voa, mas a Rita Cadillac continua numa boa" (tirei o nome do banco e coloquei o dela), pois creio eu, ela não me decepcionará. Quem vem comigo amanhã que levante a mão...

Obs.: Será que não consigo uma credencial para dar um abraço nela pessoalmente? Vou tentar, enfim ela já chegou nos 60 e eu estou quase lá, o fã e seu sonho. Somos todos sobreviventes e com muita história para contar. Ela merece meu afago e muito mais.

HPA - Bauru SP, sábado, 24 de agosto de 2019.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Pinterest
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Ode para Rita Cadillac - estarei amanhã na parada por sua causa

Enviando Comentário Fechar :/