Mais de 4 mil presos são inscritos na Olimpíada de Matemática 2019

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Pinterest
  • Compartilhar no Twitter

Primeira fase do torneio será dia 21; presídios da Região Noroeste têm histórico recente com medalhistas de ouro, prata e bronze

Mais de 4 mil presos são inscritos na Olimpíada de Matemática 2019

Os presídios subordinados à Coordenadoria da Região Noroeste (CRN) inscreveram 4.075 reeducandos na 15.ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep).

A primeira fase da competição nacional ocorre no próximo dia 21 (terça-feira) e as provas serão aplicadas nas escolas vinculadoras instaladas nas unidades prisionais. Em Bauru e região, 1.739 presos de 17 unidades foram inscritos para participar do exame (veja quadro abaixo).

A CRN tem histórico positivo no torneio. Na edição de 2017, o colombiano Edisson Humberto Barbativa Murillo, que cumpre pena na Penitenciária “Cabo PM Marcelo Pires da Silva” de Itaí, faturou a medalha de ouro. Ele, que recebeu a insígnia em janeiro deste ano, foi o primeiro preso na história da Olimpíada a levar o prêmio máximo. Em 2018, nove detentos foram condecorados: dois conseguiram prata e bronze e o restante recebeu menções honrosas.

Com o objetivo de preparar as pessoas privadas de liberdade para o retorno à vida em sociedade, as secretarias de estado da Administração Penitenciária (SAP) e de Educação (SEE) vêm estimulando, cada vez mais, os reeducandos a participarem da Olímpiada de Matemática. 

Realizada pelo Instituto Nacional de Matéria Pura e Aplicada (IMPA), a Obmep é uma realidade no sistema prisional paulista desde 2012, quando passou a ser aplicada nas unidades penais do Estado. Neste ano, as provas ocorrerão nos dias 21 de maio (1.ª fase) e 28 de setembro (2.ª fase).

500 MEDALHAS

A Obmep premia separadamente alunos de escolas públicas e privadas. 

Aos primeiros serão concedidas 6.500 medalhas (500 ouros, 1.500 pratas e 4.500 bronzes) e até 46.200 certificados de Menção Honrosa, informa o site oficial do torneio. Estudantes de instituições particulares receberão 975 medalhas (75 ouros, 225 pratas e 675 bronzes) e até 5.700 certificados de Menção Honrosa.

A divulgação dos vencedores está marcada para 3 de dezembro. Premiados com medalha de ouro, prata ou bronze garantem o ingresso em programas de iniciação científica.

Formação escolar nas unidades prisionais da SAP

Presos que não possuem formação escolar podem concluir os estudos enquanto cumprem pena, por meio de escolas vinculadoras instaladas dentro dos presídios, que oferecem formação dos ensinos Fundamental e Médio. Os reclusos também participam de cursos de línguas, profissionalizantes e do Ensino Superior.

2019: INSCRIÇÕES EM NÚMEROS

CPP I "Dr. Alberto Brocchieri" de Bauru - 96
 
CPP II "Dr. Eduardo de Oliveira Vianna" de Bauru - 200
 
CR "Dr. João Eduardo Franco Perlati" de Jaú - 84
 
CR "Dr. Manoel Carlos Muniz" de Lins - 82
 
CR de Marília - 120
 
CR de Ourinhos - 50
 
Penit. "Valentim Alves da Silva" Álvaro de Carvalho - 15
 
Penit. "Valdic Junio Alves Primo" de Avanhandava - 30
 
Penit. I "Rodrigo dos Santos Freitas" de Balbinos - 60
 
Penit. II "Gilmar Monteiro de Souza" de Balbinos - 80
 
Penit. "Osiris Souza e Silva" de Getulina - 145
 
Penitenciária de Marília - 170
 
Penit. Feminina "Sandra Ap. Lario Viana" de Pirajuí -160
 
Penit. I “Dr. Walter Faria Pereira de Queiróz” Pirajuí - 37
 
Penit. II "Luiz Gonzaga Vieira" de Pirajuí - 120
 
P. I "Ten. PM José Alfredo Cintra Borin" Reginópolis - 140
 
P. II "Sgto. PM Antonio Luiz de Sousa"  Reginópolis - 150
 
TOTAL - 1.739
 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Pinterest
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Mais de 4 mil presos são inscritos na Olimpíada de Matemática 2019

Enviando Comentário Fechar :/