Homem é arrastado por carro em distrito de Presidente Alves

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Pinterest
  • Compartilhar no Twitter

Vítima sofreu fraturas e escoriações, mas não corre risco de morrer; motorista fugiu sem prestar socorro, mas foi preso depois

Homem é arrastado por carro em distrito de Presidente Alves

Um agricultor de 56 anos sobreviveu após ser atropelado, ficar preso debaixo do carro e ser arrastado por vários metros no Distrito de São Luís do Guaricanga, em Presidente Alves.

O crime ocorreu na tarde deste domingo (27), na rua Jose Inácio Carneiro. O motorista, de 26 anos, que fugiu sem prestar socorro, foi preso em flagrante por dirigir sob efeito de álcool, mas acabou solto na audiência de custódia.

A vítima, Sebastião de Jesus Curto Luiz, teve uma série de fraturas pelo corpo, como na bacia e no joelho, além de escoriações nos dois braços, ombros, pernas, cabeça e face. Até o fechamento desta edição, Ela permanecia internada na Santa Casa de Pirajuí, sem risco de morrer, aguardando transferência para um hospital de Bauru, onde será submetido a cirurgias.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares foram acionados para atender ocorrência de atropelamento envolvendo uma Saveiro prata, com placas de Lins. Ainda no percurso, no quilômetro 1 da rodovia Deputado João Herrmann, próximo ao distrito, localizaram o veículo fora da pista, caído em uma valeta do acostamento, com o pneu estourado.

Ainda segundo o registro policial, ao perceber a aproximação da viatura, o indiciado, que é morador de Pirajuí, fugiu da PM pulando uma cerca de arame farpado. No entanto, foi imobilizado e preso poucos metros depois. Em razão do odor etílico, foi submetido ao teste do etilômetro (bafômetro). O resultado foi 0,94 miligramas de álcool por litro de ar alveolar.

Preso em flagrante, o motorista teve a liberdade provisória concedida pela justiça na audiência de custódia. Ele teve a habilitação suspensa, deverá se apresentar mensalmente à justiça, não poderá se ausentar da Comarca sem prévia autorização judicial e terá de permanecer em casa das 22h às 6h. O caso segue sob investigação.

Motorista alega que não viu o atropelamento

O indiciado foi levado até a delegacia de Presidente Alves e, em seu depoimento, alegou que sofreu ameaças de linchamento após uma confusão envolvendo sua irmã e uma amiga que estavam com ele.

E, segundo o depoimento, para não sofrer agressões em via pública, entrou no carro e acelerou para deixar a localidade. Declara que não percebeu como e quando atropelou o agricultor.

Sebastião relatou à PM que, antes do acidente, o acusado realmente se envolvera em uma briga com outras pessoas, levando, inclusive, um soco no rosto. Na sequência, entrou no carro para fugir e o atropelou.

A vítima disse que, mesmo presa no carro, ele não parou o veículo. Sebastião afirmou também que acredita que o indiciado percebeu que o atropelou e o arrastou mesmo assim.

fonte: JCNET

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Pinterest
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Homem é arrastado por carro em distrito de Presidente Alves

Enviando Comentário Fechar :/