Evento em Pirajuí terá exposição de telas pintadas por presas

0
758
Evento em Pirajuí terá exposição de telas pintadas por presas
Presas assistem palestras com temas variados

Atividade será realizada na Penitenciária Feminina em mutirão de ações que inclui ainda atendimentos de saúde e palestras

Marcus Liborio – CRN

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) promove de segunda (10) a sexta-feira (14) diversas ações de cidadania e saúde para as reeducandas da Penitenciária “Sandra Aparecida Lario Vianna” de Pirajuí, com objetivo de prepará-las para o retorno à vida em liberdade. Em sua quinta edição na unidade, a Jornada de Cidadania e Empregabilidade terá uma exposição de telas pintadas por presas em curso inédito no presídio.

Trata-se de uma parceria que a Penitenciária firmou com a Secretaria Municipal de Cultura para que uma professora de artes ministre cursos na unidade. A primeira turma reuniu seis detentas, que produziram sete telas.  

O mutirão de serviços inclui, também, atividades culturais, como música, dança e teatro. Estão previstos, ainda, palestras com temas voltados à cidadania e empregabilidade, além de atendimentos jurídicos e culto ecumênico.

Iniciativa da Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania (CRSC) do Estado em parceria com a Coordenadoria de Saúde do Sistema Penitenciário, o evento engloba, também, exame Papanicolau, testes rápidos para detecção de HIV e hepatites, atendimentos médicos em geral e consulta com dentista.

VÍNCULOS AFETIVOS

Abertura-oficial-do-evento-na-Penitenciária-Feminina-de-Pirajuí-será-na-terça

O evento marca ainda o início do projeto “Restauração dos Vínculos Afetivos”, em parceria com o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) de Pirajuí, cuja proposta é  localizar familiares das presas com objetivo de reestabelecer o relacionamento entre eles.    

Na terça-feira (11), às 9h30, será realizada a abertura oficial da Jornada da Penitenciária Feminina de Pirajuí, com a presença de autoridades da SAP, do município e também de parceiros do presídio.

Esta será a quinta edição do projeto na unidade. A ação, porém, ocorre anualmente em presídios de todo o Estado de São Paulo.

BALANÇO

Desde o início do programa, em 2015, nos presídios abrangidos pela Coordenadoria da Região Noroeste (CRN), já foram emitidos ou regularizados 49.535 documentos.  

Ao todo, as unidades regionais prestaram mais de 278 mil atendimentos jurídicos e de saúde, incluindo palestras sobre educação e empregabilidade.

Somente na Penitenciária Feminina de Pirajuí, nas quatro edições do evento, foram emitidos ou regularizados 975 documentos e ofertados 7.801 atendimentos jurídicos, de saúde e palestras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui