A condenação de Lula

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

A confirmação da condenação de Lula por corrupção e lavagem de dinheiro mostra que o país avança na solidez de suas Instituições.

A condenação de Lula

A condenação do ex-presidente Lula a doze anos de prisão e um mês, decisão esta tomada pelos desembargadores da 8ª turma do TRF4, de Porto Alegre, não apenas corroborou a sentença do juiz federal Sérgio Moro, como a ampliou, considerando que realmente os fatos comprovam os ilícitos praticados pelo ex-presidente Lula.

O caso exemplar toma uma dimensão (com repercussão inclusive mundial), em se tratando de uma liderança pública que tomou conta do cenário político brasileiro nas últimas décadas. Lula teve todas as oportunidades que a vida pode oferecer a alguém, e abusou do poder.

Esta a lição que fica, de tudo isso. É o resultado de anos de investigação séria feita pela Operação lava Jato, e que não poderia ter as consequências a que chegaram, dadas as proporções dos crimes praticados. É o Brasil sendo passado a limpo, com instituições atuando para preservar princípios e valores.

Mesmo assim, o ex-presidente Lula continua fazendo a narrativa vitimista, de que há uma judicialização política, de forças conservadoras e neoliberais que agem para evitar, de toda forma, a sua candidatura a um terceiro mandato à Presidência da República. Com a condenação pelo colegiado de Porto Alegre, Lula fica impedido de ter homologada sua candidatura, por causa da Lei da Ficha Limpa, mesmo assim, ele mantém a sua agenda política. O fato é que o próprio Lula perde de vista a dimensão moral de toda a situação, quando insiste em desqualificar o trabalho da Operação lava Jato, cujos dados para justificar a sua condenação são técnicos e objetivos e não político como Lula vem dizendo.

O importante nisso tudo é que as instituições estão funcionando, e mesmo recorrendo ainda às últimas instâncias, fica comprovado mais uma vez – como destacou o também presidenciável, Governador Geraldo Alckmin, de que ninguém está acima da lei.

A hora agora é de total apoio á lava Jato, pelos grandes serviços prestados à nação brasileira, pois a cruzada empreendida pelo juiz Sérgio Moro é para evitar a extensão da corrupção sistêmica, minando-a ao máximo que puder, sabendo que não há como erradicá-la de vez, mas hoje há mecanismo legal para fazer prevalecer a lei, a ordem e  a moral.

Só assim poderemos viver numa sociedade com credibilidade, capaz assim de fazer vigorar os melhores empreendimentos. É assim, com pulso forte no cumprimento da lei, é que estaremos construindo um Brasil melhor.  

*Valmor Bolan é Doutor em Sociologia e Especialista em Gestão Universitária pelo IGLU (Instituto de Gestão e Liderança Interamericano) da OUI (Organização Universitária Interamericana) com sede em Montreal, Canadá e Representa o Ensino Superior Particular na Comissão Nacional de Acompanhamento e Controle Social do Programa Universidade para Todos do MEC.”.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para A condenação de Lula

Enviando Comentário Fechar :/